Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

Fim-de-semana

Deitei-me cedo na sexta para adormecer e não sentir o tempo passar. Acordei com um telefonema. Não sabia as horas, só sabia que era ela a ligar-me. Desejei não atender mas eu amo-te.. podia ter acontecido algo, era impossível não o fazer, e atendi! Do outro lado disseste-me que estavas à minha porta e que me querias dar um abraço. Confesso que não estava a perceber.. era a mágoa, o sono, tudo misturado.. e começei a falar de nós e das chatices. Quando já estavas para desligar, cedi! Apesar de tudo não podia deixar de te ver!!

Desci as escadas, abri-te o portão e tu vieste até mim. Como sempre fizeste o que não estava à espera: sem palavras, deste-me um abraço do qual ainda hoje sinto o carinho! Foi um abraço de quebrar barreiras.. um abraço de fazer chorar por sentir que é aquele que quero para toda a vida!! O abraço.

Era capaz de ter ficado ali horas.. mas pelo meio encontrámos-nos face-a-face. Demasiado perto para resistir. Tocámos os lábios como se fosse o nosso primeiro beijo. Pequenos movimentos como se nos estivessemos a explorar pela primeira vez. Sabia a descobrimentos! Mas provei a língua, quis descobrir tudo o resto e as mãos partiram por elas mesmas!!

 

 

Aquelas meias e o teu vestido eram o rastilho para para as minhas mãos e perdemo-nos (bem como a roupa)! Toda a loucura se tinha concentrado neste único momento e não tivemos limites... Os desejos, as vontades, os fetiches por realizar, a vontade de amar, fizeram com que te virasses de costas para mim e me pedisses para entrar! Tu sempre soubeste como era louco pelo teu rabo.. e ao vê-lo ali à minha frente.. ao tocar-lhe de mãos cheias.. não resisti e percorri-o todo... todo!! E gostaste.. eu senti pelos teus tímidos gemidos! E sentímos tudo o que poderiamos sentir!!!

 

 

 

Foi um momento de explosão!! Tamanha excitação em apenas dois corpos que queriam ser um!!

 

 

 

 

 

 

 

E viemo-nos..

 

 

 

 

 

 

 

 

Ficámos calados. Enamorados. Com a vontade que este momento se tornasse de novo em eternidade!

 

Nessa noite não nos quisemos separar. Não quisemos que fosse o fim, mas sim um recomeço tal como o beijo do início..

 

Isto é o que guardo do que foi o fim-de-semana. Não me deixaste sozinho.

sinto-me: a tua metade. Amo-te d verdade
publicado por artista-magico às 01:53
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Decisões

. O abraço

. Partes de si (1)

. Que seja como for..

. Não desapegar

. Distância

. "The end"?

. És MESMO música nos meus ...

. Nervoso

. És música nos meus dias

. BOM DIA!!

. Arte

. Do meu lado

. Bom dia!

. Sexta

. Ausência

. Banhos, de simples não te...

. E a esta hora...

. Sexta!

. Abraços

. Longe, mas do teu lado

. O mundo dá cada volta!

. Correr lado a lado

. Estás em todo o lado

. Eram os nossos sábados à ...

. Resposta

. Hoje é o teu dia

. Recomeço do blog?

. Última mensagem

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

. A história da Sabrinas e ...

.arquivos

. Setembro 2017

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds