Domingo, 6 de Março de 2011

É o fim...

Não acabámos com um sorriso. Não me explicaste o porquê de tudo ter mudado, só me disseste que te sentes bem assim, sozinha, sem mim, e sinto que nunca vou entender. Digo-te que preferia ter acabado a mal, com gritos, choros, com qualquer motivo que puzesse um ponto final, ou então preferia viver o resto da vida a achar que me amavas mas que não dava por algo de errado, algo que não te deixava. Assim, só sei que não fui o suficiente para ti ao ponto de preferires desistir de lutar.. de preferires ficar sozinha do que com alguém como eu.
Não consigo ainda acreditar. Sabes, parece que se trata de um pesadelo e que apesar de estarmos tão perto, é como se estivesse ainda a 500km e que no próximo fim-de-semana que vier estará tudo bem, que vais aparecer com o mesmo sorriso que voltavas sempre. É o que me parece, mas sei que não é o que vai acontecer. É que não consigo imaginar a minha vida sem ti.
Não consigo perceber como que o "vou-te amar para sempre", "és único", "és o amor da minha vida", "és a minha paixão louca e especial" e todas as outras certezas tenham desaparecido em apenas um mês. Talvez nunca o vá perceber. Não percebo como é que não me queres mais nos teus dias.. na tua vida.. Não percebo como já não queres as nossas noites, como já não queres o meu abraço apertado antes de adormeceres ou como já não desejas o desejo das minhas mãos.. Como já não sou como o tal "Gerry" que tinhas dito no teu penúltimo post. Posso não ter sido sempre a melhor pessoa mas foi porque nunca pude ser eu mesmo, e tu sabes bem disso.

É certo que esse teu novo mundo é empolgante. Estás a "recomeçar", a conhecer nova gente, novas possibilidades, novas diversões, mas nunca me deste a oportunidade de fazer parte desse mundo, de conhecer os teus amigos, de ir contigo para uma discoteca, para um bar. Havia sempre algo que não o permitia e agora que tens essa oportunidade não o queres comigo. É certo que mudou muita coisa e que foste cativada por este novo estilo de vida mas digo-te, toda a gente precisa de amor um dia e tenho pena que não queiras que seja eu essa pessoa. E digo-te, este teu novo mundo seria muito melhor comigo, com alguém que quer estar contigo não porque és linda e graciosa, mas porque te ama por quem és. Sinto que te esqueceste como gostavas de estar comigo, mas eu continuo o mesmo... "separámo-nos" porque disseste que devia ir estagiar para longe, que era bom para o nosso futuro, que o nosso amor era forte e resistiria a tudo, que toda esta situação era uma uma fase, que depois teriamos toda a vida juntos...

Não vou fazer o mesmo que o teu ex-namorado nos fez.. não te vou atrapalhar porque acima da minha felicidade, quero que tu sejas feliz, e se este é o caminho que dará sentido à tua vida, tenho que o aceitar. Será duro. Será duro passar os dias sem as tuas mensagens, sem o desejo que tinhamos por loucura. Será ainda mais duro saber que a vida não volta atrás e que não nos vamos casar, que não vamos acordar juntos todas as manhãs, que não vamos ter filhos e que será toda uma vida sem ti. E que depois desta já não haverá mais nada e nunca mais terei a hipotese de passar os meus dias contigo. Sei que seguiremos as nossas vidas, com outras pessoas, que até poderemos vir a ser felizes, mas não será o mesmo.
Gostava de ter tido uma oportunidade a sério. Gostava de ter tido um último abraço sentido. Gostava de te ter dado um último beijo e saber que seria o último. Ter tido noção do último "amo-te". Minto, gostava que nunca nada fosse a última e que não tivesses dito aquelas palavras. Que não as sentisses. Que esta história não tivesse tido um fim!
Será uma vida sem a minha Sabrinas e tu sem o teu artista-magico, um vazio. Sei que como não temos muitos amigos em comum para nos cruzarmos e que se não lutar por ti que é o fim, mas pelas tuas palavras tu não queres que lute mais.. por isso não o vou fazer então.. e com a maior dor que alguma vez senti acho que... é o fim.

Amo-te Sabrinas. Do teu.. para sempre, artista-mágico

sinto-me: sozinho.. Sem a minha Sabrinas
música: João Só - A Marte
publicado por artista-magico às 13:33
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Desejos... (5)

...eu e tu no meio de 90 mil pessoas..
...sem limites.

sinto-me:
publicado por artista-magico às 23:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 28 de Março de 2010

Dia feliz

Este post não tem imagem. Mesmo que passasse semanas à procura não encontraria uma imagem que ilustrasse o que estou a sentir!!!

 

Começámos separados e tristes... mas um abraço resolveu todos os nossos males! Tu preocupas-te comigo pois tenho sempre uma mão tua na cabeça, uma nas costas nos momentos certos. E eu adoro tratar de ti.. tapar-te o Sol, dar-te de comer quando tens fome, servir de teu encosto... Isto é amor!

As nossas brincadeiras que ninguém entende, os apalpões e beijos escondidos, as críticas em tons de gozo que não são mais do que um "gosto é de ti"... são tudo coisas que nos tornam únicos!! (E eu gosto TUDO em ti...)

E o dia só podia acabar daquela maneiras... mesmo tu querendo ir para casa, sei que o querias tanto como eu! É só preciso vencer a barreira que tens na cabeça, que depois deixa de haver limites!! E não tivemos mesmo limites!! Adoro sentir-te assim... sem controlo... minha!!

 

Começar o dia triste e acabar o mesmo dia feliz tem sido um pouco comum. E já que assim é, espero que o que temos siga o mesmo caminho! Sabes... estou a escrever isto com um brilho nos olhos e um coração maior que o meu peito! Estou feliz amor... fazes-me feliz!

sinto-me: feliz por aproveitares!! =)
publicado por artista-magico às 22:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 20 de Março de 2010

18 de Março

O que posso dizer do dia 18 de Março? Continuo sem conseguir expressar o que senti quando te voltei a tocar, quando sorriste, quando vi o brilho no teu olhar... És verdadeiramente especial!!

Não sei quantas músicas existem em que o seu nome é uma data... e mesmo que existam várias a probabilidade de a música ter algo a ver connosco seria infinitamente pequena! Mas o destino fez com que para o nosso dia existisse uma e que eu me cruzasse com ela no meio de milhares que poderiam ter tocado aleatoriamente no meu computador! Aqui fica a (nossa agora) música:

 

 

É o arrepio quando estás ao meu lado...
É a beleza de quando o nosso olhar se cruza...
(Eu estive perdido através das feridas do passado)
É a promessa de que o nosso amor vai durar...
...cá dentro!

É sério?
Tens a certeza?
Ou é mais um sonho?
Ou é uma porta aberta?

Não é engraçado saber que
Eu tentei ao máximo ser "desamado"
Mas o teu toque
Fez-me querer ser a única chave
Que finalmente se atreverá a libertar-te...
...aí dentro

 

É sério?
Tens a certeza?
Ou é mais um sonho?
Ou é uma porta aberta?

 

 

Porque não me acordas?

 

sinto-me: a querer ser teu para sempre!
música: Fingertips - 18th March
publicado por artista-magico às 12:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. É o fim...

. Desejos... (5)

. Dia feliz

. 18 de Março

.arquivos

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds